Ep. 32 - A Descoberta do Brasil

Ep. 32 - A Descoberta do Brasil
00:00 / 10:15

Listen on SpotifyiTunes or Google Podcasts, or watch the video on Youtube

In this episode I talk about the Discovery of Brazil by the Portuguese, exactly 521 years ago!

Neste episódio falo sobre a Descoberta do Brasil pelos portugueses, há exatamente 521 anos!

TRANSCRIÇÃO / TRANSCRIPT:

Olá a todos e bem vindos de volta ao Portuguese With Leo!


Desde há uns meses para cá que o meu podcast tem ganho muitos subscritores do Brasil, e por isso hoje quero-vos falar sobre um tema muito importante tanto para portugueses como brasileiros, que celebra amanhã, dia 22 de abril, quinhentos e vinte e um (521) anos: A descoberta do Brasil pelos portugueses!


Vamos começar o episódio primeiro com uma explicação do contexto histórico da descoberta do Brasil, depois falaremos sobre quem terá sido o primeiro europeu a desembarcar no Brasil e, finalmente, vamos acabar a falar sobre o primeiro documento escrito da história do Brasil e que é considerado por muitos a certidão de nascimento do Brasil: a Carta de Pero Vaz de Caminha.


E claro, não nos podemos esquecer de que neste episódio, sempre que eu falar de descobertas ou de explorações, estarei a falar da perspetiva e ponto de vista dos europeus, sobretudo dos portugueses.


O nosso episódio de hoje começa então no século XV, altura em que os reinos de Portugal e Castela estavam ambos a tentar descobrir o caminho marítimo para a Índia.
Atenção, embora nesta altura a Espanha, como a conhecemos hoje, ainda não existisse, foi fundada uns anos mais tarde, no século XVI, vou referir-me muitas vezes ao longo do episódio a Castela como Espanha e aos castelhanos como espanhóis.


Ora, Portugal achava que a melhor solução para chegar à Índia seria contornar o continente africano pelo sul, enquanto que Espanha apostou em navegar para oeste, para dar a volta ao mundo até chegar à Ásia.


Acabou por ser Portugal a ter razão e a chegar à Índia primeiro, em 1498, graças ao navegador Vasco da Gama e à sua tripulação. Mas esse acontecimento histórico, conhecido como a Descoberta do Caminho Marítimo para a Índia, é tema para um outro episódio.


Hoje vamos focar-nos na viagem dos espanhóis, que, em 1492, seguindo a proposta do navegador genovês Cristóvão Colombo, decidiram navegar para Oeste para chegar até à Ásia. Não descobriram a Ásia, mas fizeram uma descoberta ainda mais importante: a descoberta do continente americano.


Com esta descoberta e com o início da exploração do continente americano pelos espanhóis, ao mesmo tempo que os portugueses estavam a navegar ao longo da costa de África para tentar chegar à Índia, o Oceano Atlântico tornou-se um território de disputas entre Portugal e Castela.


Para evitar um conflito entre os dois países, o Papa Alexandre VI assinou a 4 de maio de 1493 a Bula Inter caetera. Esta bula dividia o Oceano Atlântico em 2 partes, através de um meridiano localizado a 100 léguas a oeste das ilhas de Cabo Verde. Tudo o que fosse descoberto a oeste dessa linha pertencia aos espanhóis, e tudo o que fosse descoberto a este pertencia aos portugueses.


O rei português D. João II não ficou satisfeito com o acordo e propôs a sua revisão. Esta revisão acabou por ser feita na cidade de Tordesilhas, em Castela, a 7 de junho de 1494, naquele que ficou conhecido como o Tratado de Tordesilhas.


Neste tratado, a linha de divisão do Oceano Atlântico foi mudada, passando esta a estar a 370 léguas a oeste de Cabo Verde em vez das 100 léguas que tinham sido definidas originalmente pelo papa.


Isto significa que o Brasil, que nesse ano, 1494, ainda não tinha sido descoberto, ficava agora na área que os portugueses podiam explorar. Há historiadores que defendem que o rei D. João II já sabia que existiam terras nessa área, e que por isso é que insistiu tanto na mudança da linha de demarcação mais para oeste.


Com esta nova divisão do mundo entre Portugal e Espanha, os portugueses ficaram então livres de explorar a zona do Atlântico Sul onde atualmente sabemos que está o Brasil.


Agora que sabemos o contexto histórico, quando e como é que o Brasil foi descoberto pelos portugueses?


A história oficial é que Portugal descobriu o Brasil a 22 de abril de 1500, quando a armada de um jovem fidalgo de 33 anos chamado Pedro Álvares Cabral, cuja missão era seguir a rota de Vasco da Gama até à Índia, se perdeu no Oceano Atlântico, navegou demasiado para Ocidente e foi dar à costa brasileira, onde atualmente está o estado da Bahia.


Pedro Álvares Cabral foi dar a uma terra que tinha um monte, ao qual deu o nome de Monte Pascoal que, como devem ter calculado, vem da palavra Páscoa, uma vez que estávamos na altura da Páscoa quando isto aconteceu.


Com esta versão dos acontecimentos, Pedro Álvares Cabral é considerado então o primeiro europeu a chegar ao Brasil, tendo feito a sua descoberta de forma acidental, e a data oficial é 22 de abril de 1500.


No entanto, hoje em dia acredita-se que os factos não tenham sido exatamente estes.
Isto porque existe uma viagem historicamente comprovada de um navegador espanhol chamado Vicente Yáñez Pinzón, que desembarcou no atual Cabo de Santo Agostinho a 26 de janeiro de 1500, ou seja, uns meses antes de Pedro Álvares Cabral.


Esta descoberta não foi reivindicada por Espanha uma vez que, como eu já disse, segundo o Tratado de Tordesilhas, aqueles territórios estavam na zona em que só os portugueses podiam explorar, não os espanhóis.


Isto significa que o primeiro europeu a chegar ao Brasil foi um navegador espanhol e não um português? Talvez não, porque para além destas 2 viagens ao Brasil no ano 1500, a de Vicente Yáñez Pinzón e a de Pedro Álvares Cabral, acredita-se que tenha havido uma outra viagem um ano e meio antes, em finais do ano 1498, liderada pelo português Duarte Pacheco Pereira.


Esta viagem não está inteiramente comprovada, e acredita-se que tenha sido uma missão secreta ao serviço da Coroa portuguesa que, como eu já disse, suspeitava que haviam terras naquela zona.


Seja qual for a história em que acreditemos, que tenha sido o português Duarte Pacheco Pereira a descobrir o Brasil em 1498, ou o espanhol Vicente Yáñez Pinzón a descobri-lo em janeiro de 1500, a descoberta oficial do Brasil continua a ser atribuída a Pedro Álvares Cabral a 22 de abril de 1500.


E isto porque, quando Pedro Álvares Cabral e a sua tripulação descobriram o Brasil, um dos membros da tripulação era o escrivão Pero Vaz de Caminha, que escreveu uma carta ao rei D. Manuel, detalhando o encontro entre os portugueses que acabavam de chegar ao Brasil e os povos indígenas que lá estavam.


Esta carta  é um dos documentos mais importantes da História do Brasil, sendo considerada por muitos a certidão de nascimento do país. Na carta, Pero Vaz de Caminha descreve com muito detalhe o choque cultural entre os europeus e os indígenas americanos e descreve a forma como eles inicialmente estabeleceram contacto, comércio, e como até os indígenas participaram na primeira missa com os portugueses.


A Carta de Pero Vaz de Caminha é um pouco longa demais para que eu a possa ler neste episódio, mas no futuro talvez faça um episódio dedicado inteiramente à leitura e análise da carta. Para já, se a quiserem ler, o link está na descrição.


Espero que tenham gostado deste episódio sobre o momento em que Portugal descobriu o Brasil e o início da história comum entre estes dois países.


Para aqueles de vocês com um nível de português avançado que estiverem interessados em saber um pouco mais sobre a descoberta do Brasil pelos portugueses, sugiro que vão ver o vídeo do programa Conta-me História que fala sobre este assunto. O link está na descrição.


Muito obrigado por terem assistido até ao fim e até para a semana!

Back to top

Next episode