Ep. 21 - Por vs Para - Quando se usa qual?

Ep. 21 - Por vs Para - Quando se usa qual?
00:00 / 10:53

Listen on SpotifyiTunes or Google Podcasts, or watch the video on Youtube

In today's episode we learn the rules behind the use of the words Por and Para, and the 5 different situations in which each word is used.

 

 

No episódio de hoje aprendemos as regras da utilização das palavras Por e Para, e as 5 diferentes situações em que cada palavra é utilizada.

TRANSCRIÇÃO / TRANSCRIPT:

Olá a todos e bem vindos de volta ao Portuguese With Leo!


No episódio de hoje vou tentar ajudar-vos a perceber uma das coisas mais difíceis quando se está a aprender português, que é quando é que se usa a palavra por e quando é que se usa a palavra para.


Vou começar por explicar primeiro as situações em que se usa a palavra para e depois as situações em que se usa a palavra por.


Como já devem ter percebido, este formato de episódio é um pouco diferente dos episódios em que eu me limito a falar sobre a História e a cultura portuguesas.


A minha ideia é a partir de agora, uma vez por mês, fazer um episódio mais focado em questões específicas de gramática e da utilização da língua portuguesa, e vou aproveitar também estes episódios para fazer os habituais agradecimentos às pessoas que vão contribuindo para o canal com doações por Paypal. Ou seja, os agradecimentos vão passar a ser uma vez por mês, e as pessoas que doaram no último mês foram as seguintes:


Antti Kuusmetso, Mark Sharp, Stefanie Sohm, Cary Darling, Natália Hofierková, Larue Allen, Ryan Cadima, Andrew Nicol, Ibrahim, Derek Smitt, Maria Grazia Dulcinati, Tom Rains, Paul Fanthom, Hugh Hilden, Michela Chiminello Saija, Michael Dawson, Verena Mielentz, Paulo Nobre, Ashwin Shirale e Naël Achkar.


Muito obrigado a todos vocês, e também aos que preferiram manter-se anónimos, por tornarem este podcast possível!


Então, qual é a diferença entre as palavras por e para? Ambas as palavras são preposições, e a coisa chata das preposições é que não têm uma tradução direta de uma língua para outra, são sempre diferentes em todas as línguas.


Regra geral, por em inglês significa for, by ou through e para significa to, towards e for, mas estas traduções dependem muito do contexto.


Vamos começar então com as cinco principais utilizações da palavra para, e a primeira situação é quando se fala de objetivos, quando se fala da razão pela qual se tomam determinadas decisões ou se fazem determinadas ações.


Isto é mais fácil de perceber com exemplos. O exemplo de uma frase que envolve uma determinada decisão ou ação para atingir um certo objetivo é o seguinte:
“Eu faço exercício físico para ficar em forma.”


Outro exemplo, que é um exemplo que se aplica mais a vocês que me estão a ouvir:
“Eu ouço o podcast Portuguese With Leo para melhorar o meu português.”


Ou seja, vocês têm o objetivo de melhorar o vosso português, e por isso decidem seguir o meu podcast.


A segunda situação em que se usa a palavra para é para explicar a função de um determinado objeto ou coisa:
“Esta caneta serve para escrever”.

Ou então:
“O podcast Portuguese With Leo é para aprender português”.


A terceira utilização da palavra para é quando queremos falar de destinos ou direções, ou seja, para onde é que nos deslocamos fisicamente.
É usada para destinos específicos, por exemplo:
“Vou para casa” ou “Vou de comboio para o Algarve”.


E também é usada para falar da direção geral em que nos deslocamos. Por exemplo:
“Vou para ali”; “Venham para aqui”, “Vamos para a esquerda”, “Vamos para a direita”, “para a frente”, “para trás”, “para cima”, “para baixo”, etc.


A quarta situação é quando alguma coisa é destinada a alguém, como um presente ou uma carta ou uma encomenda, ou até um gesto, uma ação. Por exemplo:
“Comprei um presente para a minha mãe.”

Ou então:

"Preparei o jantar para os meus amigos”.


Finalmente, a quinta situação em que utilizamos a palavra para é quando queremos dizer como é que uma determinada situação ou coisa ou pessoa nos afeta.
Por exemplo:
“A minha família significa muito para mim.”
Ou: “Aprender português é importante para mim.”


Agora vamos passar às cinco situações em que se usa a palavra por.
A utilização da palavra por é um pouco mais complexa, e antes de vos explicar quando é que se utiliza, há uma coisa que têm de saber: é que a palavra por muda consoante o artigo definido que vem a seguir.
Os artigos definidos são as palavras que vêm antes dos nomes. Em inglês só existe um artigo definido, a palavra the, mas em português existem quatro: o, a, os e as.


Ou seja, a palavra por + o artigo definido o transforma-se em pelo; por + a transforma-se em pela; por + os transforma-se em pelos e por + as transforma-se em pelas.


Pronto, agora que já sabemos isto, quando é que se usa então a palavra por? A primeira grande situação em que se usa sempre a palavra por é quando usamos a voz passiva.


A voz passiva acontece quando o sujeito de uma frase, ou seja, a pessoa que faz a ação, troca de lugar com o objeto, ou seja, a coisa que sofre a ação.


Tipicamente, as frases em português têm primeiro o sujeito, depois o verbo e depois o objeto, mas na voz passiva esta ordem troca e vem primeiro o objeto, depois o verbo, depois a palavra por e finalmente o sujeito.


Como sempre, isto é mais fácil de perceber com exemplos, por isso aqui vai:
A frase “Eu estou a gravar um podcast” na voz passiva fica:

“O podcast está a ser gravado por mim”.


Outro exemplo: “O João limpa a casa” na voz passiva fica:

“A casa é limpa pelo João”.


Ou seja, na voz passiva utiliza-se a preposição por para indicar quem é que está a fazer a ação. Em inglês isto chama-se passive voice e a preposição equivalente é a preposição by.


A segunda situação em que se usa a palavra por é quando fazemos alguma coisa no lugar de outra pessoa ou em nome de outra pessoa. Em inglês: doing something on behalf of someone else.


Por exemplo, se eu tiver um amigo que está doente e não pode sair da cama, eu posso “ir às compras por ele”, ou seja, ir às compras no lugar dele.


A terceira situação em que se usa a palavra por refere-se aos caminhos que tomamos quando nos deslocamos, ou seja, por onde é que vamos e por onde é que passamos.
Por exemplo:

“O ladrão entrou pela janela”.

Ou então:

"Atravessamos a rua pela passadeira”.


A quarta situação em que utilizamos a palavra por é quando queremos falar da hora aproximada em que alguma coisa acontece.
Por exemplo:

“O filme começa por volta das 15h”.

Ou então:

“Normalmente acordo pelas 8h da manhã”.


É mentira...


A quinta situação é quando falamos sobre trocas ou compras.
Trocas é quando trocamos alguma coisa, ou seja, quando substituímos uma coisa  por outra ou quando damos alguma coisa em troco de outra.
Por exemplo:

“No inverno eu troco os meus calções por calças mais quentes”.


Compras é quando compramos alguma coisa e por isso damos dinheiro para receber essa coisa.
Por exemplo:

“Eu comprei esta t-shirt por 15 euros.”

No fundo é um tipo de troca também.


Para acabar, eu sei que falei em 5 situações em que se usa a palavra por, mas ainda há uma sexta situação, que é quando dizemos obrigado.

Diz-se sempre obrigado por e nunca obrigado para.


Obrigado por terem ouvido o episódio até ao fim.
Foi um episódio carregado com muita informação e espero que tenha ficado claro quando é que se usa por e quando é que se usa para.


Se ainda tiverem dúvidas, experimentem ouvir mais uma vez e tirar notas, ou então vão ver o vídeo no Youtube, para verem os diferentes exemplos que eu usei.

 

Mais uma vez, obrigado e até para a semana!

Back to top

Next episode